quinta-feira, janeiro 8

Matriz de Melhorias e Método de Priorização FIRE





Hoje, o atual ambiente competitivo dos negócios tem obrigado organizações a responderem ainda mais rapidamente às mudanças  do mercado e a se adequarem ao aparecimento de novas tendências. Neste cenário, muitas ferramentas, aplicativos, modelos e técnicas surgem como oportunidades de melhoria, a fim adequar a gestão empresarial a essas exigências da modernidade.
A existência de uma infinidade de ferramentas surge como resposta à constante necessidade das organizações em se reinventarem e melhorarem continuamente suas operações e atividades.
Nesse sentido, o mundo empresarial tem se resumido em uma corrida para criação e geração de melhorias. Empresas dotadas de mentes inquietas, criativas e com apetite para mudança saem na frente, afrontam o status quo e conseguem adequar suas operações ao ritmo imposto pelo mercado. Enquanto isso, outras organizações se perdem em iniciativas que não geram os resultados esperados , em prioridades pontuais, e não aproveitam o potencial criativo  de seus colaboradores.
O QUE ACONTECE QUANDO  DESPRIORIZO UMA MELHORIA?
Com uma infinidade de atividades e compromissos que existem no cotidiano das empresas, é cada vez mais comum que não se priorizem as melhorias geradas – sem entender se realmente seriam importantes e preciosas aos negócios. Muitas delas, se priorizadas, poderiam proporcionar benefícios às organizações  e entregar ainda mais valor aos clientes. No entanto, acabam sendo despriorizadas, engavetadas, esquecidas, ou tendo sua execução adiada .
Mm
Pensando nisso, como escolher as melhorias que serão mais relevantes para o meu negócio? Quais melhorias trarão maior retorno a minha organização? Quais melhorias são mais viáveis para execução? Como avaliar se a execução da melhoria seria positiva ou negativa?  A Neuron Consultoria disponibiliza neste whitepaper a Matriz de Melhorias acompanhada do método de priorização FIRE, com todas as instruções de utilização, para auxiliar sua organização nessas questões. Aplicamos este  artefato em nossos trabalhos a fim de apoiar a retenção,  classificação e priorização das melhorias geradas em nossos  projetos de aperfeiçoamento de processos . Cabe ressaltar que, embora na etapa de geração de melhorias não se devam suprimir as ideias, quando priorizadas, é importante observar a ligação dessas sugestões de melhoria com os resultados almejados aos processos.

Baixe já a Matriz de Melhorias!

FONTE: http://neuronconsultoria.wordpress.com/