terça-feira, janeiro 20

Você Trabalha Com O Que Realmente Gosta?

Você trabalha com o que realmente gosta?
Você trabalha com aquilo que sempre sonhou?
Você trabalha com prazer todos os dias?
Você sonha em permanecer no seu trabalho atual para o resto de sua vida profissional?
Eu sei que estas perguntas são dificeis de serem respondidas assim de bate-pronto. Mas, cedo ou tarde, elas precisarão ser respondidas.
E é bem provavel que você nao irá gostar nem um pouco das respostas que terá que dar a estes questionamentos.
IMG_0071.JPG
Mas não se apavore! É perfeitamente normal não saber se o que estamos fazendo hoje é aquilo que sonhamos, ou se é apenas uma forma de ganhar a vida enquanto coisa melhor nao aparece.
Ninguém tem 100% de certeza de que quer permanecer no mesmo emprego para o resto da vida. E qual seria a graça se soubessemos logo de cara qual a nossa verdadeira vocação e onde iríamos trabalhar até morrer?
Esta duvida faz parte da nossa vida e é fundamental para o processo de auto-conhecimento que passamos desde que nascemos.
Estamos sempre em busca de respostas sobre tudo, e nossa vida profissional nao é um item em que todas as respostas estão prontas. Tomamos decisões importantes todo o tempo.
Eu sei que neste exato momento você deve estar balançando a cabeca meio confuso(a), afirmando que eu estou errado e que voce ama o que faz e o fará para sempre.
Se este for o seu caso, parabéns! Mas eu tenho certeza que os outros bilhões de habitantes do planeta não tem a mesma sorte que você, meu caro amigo.
Você pode ate fazer aquilo que ama, mas isto nem sempre significa que você está feliz em seu emprego, ou tocando a sua propria empresa.
Gostar do que faz e querer fazer para sempre o que voce faz hoje são coisas completamente diferentes. Não se iluda pensando que tudo está ótimo só porque voce gosta do que faz hoje.
Você pode estar acostumado com o que faz, fechando os olhos para novas oportunidades em sua carreira, graças ao comodismo – doença grave dos tempos atuais.
Você pode até fazer muito bem o que faz, mas estar insatisfeito com sua posição dentro da empresa . Isso tambem é perfeitamente normal, e neste caso mostra seu profissionalismo e comprometimento.
Para dar continuidade ao seu processo de reflexão, recomendo que você leia o texto do Marcel Dias, “Voce nao precisa amar o que faz para fazer bem feito“.
No texto, Marcel aborda o mito defendido pelos “gurus” de que você tem sempre que fazer o que ama, confrontando com a ideia de que voce precisa mesmo é fazer bem aquilo que faz, mesmo que isto ainda nao seja o que sempre sonhou fazer.
Este é um outro ponto de vista interessante sobre o assunto que merece ser destacado aqui.
Afinal, nao tenho a intenção de desanimar voce com este texto, apenas levantar a discussao para que voce possa gastar um tempo maior pensando sobre sua carreira.
Coisa que muitas vezes negligenciamos por preguiça, ou mero comodismo.
Boa sorte com seus pensamentos. Espero que este texto tenha despertado em você a vontade de repensar sua vida profissional, a fim de planejar um novo futuro para você neste ano que está começando.