quarta-feira, janeiro 21

Claro é a empresa mais condenada por publicidade irregular em 2014




A operadora Claro terminou o ano de 2014 no topo de um ranking pouco honroso. A empresa liderou a lista de anunciantes mais punidos pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária)  no ano passado, com seis condenações por peças publicitárias consideradas irregulares.

No ranking anual do Meio e Mensagem, a maior parte das condenações da Claro partiu de processos abertos pelas concorrentes Vivo, TIM e Oi, principalmente sobre a questão de quem tem a melhor internet móvel.

Um dos casos de destaque, no entanto, foi para o comercial dos “Sofanáticos”, que foi considerada imprópria por mostrar comportamentos inadequados para jovens como forma de convencer os pais a comprar o pacote de TV da Claro.

A Claro sempre apareceu nos rankings elaborados pela publicação desde 2011, mas nunca havia figurado no topo. A TIM, que liderou em 2011 e 2012 com 13 em cada ano, teve um ano mais positivo, com apenas duas condenações, junto com Oi e GVT. Na área de operadoras, Vivo e NET tiveram mais problemas, fechando 2014 com três decisões desfavoráveis.