quinta-feira, dezembro 11

Plataforma pretende mapear cursos nas áreas de design, tecnologia e empreendedorismo


O projeto Coletividad busca apoio via crowdfunding até 13 de dezembro



 
Quando começou a cursar o ensino superior, o designer Julio Fontes sentiu que a instituição onde estudava não oferecia aos estudantes oportunidades e escolhas para aprimorar sua formação. Como membro do diretório acadêmico, ele passou a suprir uma demanda dos alunos por complementos à formação universitária, organizando palestras e workshops com profissionais da área. 
 
Da experiência dentro da instituição, Julio passou a ter contato com diversas pessoas das áreas de empreendedorismo, design e tecnologia e decidiu ampliar as ações do diretório acadêmico, criando um blog que em pouco tempo atingiu mais de 100 mil visitantes por mês. Foi daí que surgiu a ideia do Coletividad, uma plataforma para ajudar estudantes a encontrar a melhor graduação, cursos livres, workshops e palestras. 
 
“Existem hoje poucos instrumentos para ajudar o estudante a complementar sua formação. Os cursos, normalmente, são escolhidos por meio de indicações, ou o aluno tem que entrar site por site para fazer sua pesquisa”, observa Julio. A plataforma Coletividad pretende facilitar essa busca e criar um mecanismo mais rápido e preciso para a busca dos cursos. Segundo Julio, os usuários poderão medir o que, quanto, por que e como irá aprender em cada atividade, e também calcular o retorno do seu investimento. 
 
O designer pontua também que a plataforma é uma maneira de democratizar a divulgação desses cursos, uma vez que mapeará oportunidades diversas e em todo o país. “O objetivo é organizar um mercado que não tem esse tipo de informação”, explica. “Educação é algo muito restrito e quero mudar isso, quero fazer algo que chegue para mais pessoas. A plataforma é só um primeiro passo; pretendo levar esse projeto para a vida”. 
 
Para sair de fato do papel, o projeto busca apoio por meio do financiamento coletivo. Até agora, o Coletividad atingiu cerca de 9 mil reais dos 20 mil necessários para sua criação. 

O prazo para apoiar o projeto no Catarse é 13 de dezembro. 
 



FONTE:guiasdeeducacao.com.br