terça-feira, dezembro 9

Fabricante aposta em elevadores sem cabos para melhorar mobilidade dos prédios do futuro


Tecnologia permite o veículo se deslocar na vertical e na horizontal


Elevador ThyssenKrupp_2.jpg
A fabricante alemã de elevadores ThyssenKrupp apresentou nesta quinta-feira (27), na cidade de Essen, na Alemanha, uma nova tecnologia de elevadores que não utiliza cabos para se movimentar, mas um sistema de levitação magnética.


Hoje, a maioria dos veículos utiliza sistemas de eixos verticais, com apenas uma cabina por poço. O sistema convencional de elevadores também restringe a capacidade de locomoção das pessoas e ocupa espaço excessivo nas construções, segundo a empresa.

Com o sistema chamado Multi agora se tornou possível a incorporação de até 16 cabinas de elevador por poço, rodando em loop - movimento único circular. Para isso, a ThyssenKrupp desenvolveu motores lineares nas cabinas, transformando os elevadores convencionais em sistemas verticais semelhantes ao do metrô. A tecnologia aumenta a capacidade e a eficiência de transporte, reduzindo a ocupação de área útil e o consumo de energia nos edifícios.

Confira no VÍDEO como funcionará o novo sistema de elevadores criado pela ThyssenKrupp.
MULTI.jpg

A análise dos sistemas convencionais de elevadores pode ser comparada ao uso de uma linha ferroviária entre duas cidades, operando com um único trem, ou seja, um desperdício de recursos. O sistema da ThyssenKrupp vai possibilitar ter um número flexível de cabinas por eixo. Ela também permite o deslocamento de várias cabinas nos sentidos vertical e horizontal num mesmo poço, o que possibilitará projetos arquitetônicos com alturas e formas diferentes. Ou seja, o projeto não ficará mais limitado pela altura ou alinhamento do poço do elevador, abrindo novas possibilidades aos arquitetos.


O sistema ainda permitirá um acesso a uma cabina de elevador em cada 15 a 30 segundos, com uma parada para transferência a cada 50 metros.  O tempo de espera pelo passageiro será reduzido, além de contar com a opção de entrada dupla no piso térreo, melhorando a facilidade de acesso em grandes edifícios. Dados de uma pesquisa realizada por estudantes da Universidade de Columbia, em 2010, com executivos de Nova York que revelou que eles passam até 16,6 anos de suas vidas esperando por elevadores e 5,9 anos dentro de elevadores.



A empresa está construindo uma torre para testes e a entrega está programada para o final de 2016 com um protótipo do sistema Multi funcionando.




FONTE: istoe