terça-feira, dezembro 9

Etiópia projeta construção de usina solar altamente tecnológica






A Etiópia já possui o maior parque eólico da África. Agora, o país está perto de ter uma usina solar altamente tecnológica e eficiente. Apelidado de Tulip Solar, o sistema foi criado pela AORA, empresa de tecnologia, e já é utilizado em duas centrais espanholas.

O projeto foi estabelecido entre a companhia e o Ministério de Água, Irrigação e Energia da Etiópia com o intuito de ajudar o país a produzir energia suficiente para abastecer a população, de forma limpa, reduzindo os impactos ambientais do processo. A construção está prevista para começar na metade de 2015.

A central se destaca em meio à paisagem, por seu perfil elegante, feito inteiramente de cobre, que deixa a estética muito diferente das tradicionais fazendas solares. Além disso, ela é muito mais eficiente.


Foto: Divulgação

O sistema funciona através de unidades compactas interligadas. Cada um desses módulos é capaz de gerar cem quilowatts e podem ser conectados juntos em uma rede. Ao redor da torre principal de 35 metros de altura, estão 50 espelhos, que acompanham o sol e direcionam os raios e o calor para o interior de uma lâmpada com mil graus Celsius.


Foto: Divulgação

A usina também é híbrida, podendo gerar energia através do sol ou por biomassa. Por toda essa tecnologia, o espaço necessário para a instalação é muito menor. A cada 3,5 mil metros quadrados, a usina é capaz de produzir 100 kw, com a possibilidade de expandir para 270 kw, se for usado o calor. Além disso, é possível mantê-la funcionando sempre, independente das condições climáticas.


Foto: Divulgação



FONTE: CicloVivo