quinta-feira, fevereiro 26

FAPESP e Centro de P&D da Indústria Israelense apresentam chamada de propostas

A apresentação dos principais critérios para apoio ao desenvolvimento de projetos de pesquisa para a inovação e a possibilidade de ampliação do mercado externo para pequenas empresas de base tecnológica em São Paulo foram temas de um encontro promovido pela FAPESP e pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Indústria Israelense (Matimop) em São Paulo na terça-feira (24/02).

Estiveram presentes pesquisadores e empresários de São Paulo interessados em participar de uma chamada de propostas lançada em novembro de 2014 e que receberá, até 8 de maio, projetos de pesquisa tecnológica em todas as áreas do conhecimento.
As pesquisas deverão ser desenvolvidas por meio de parceria entre pequenas empresas (com até 250 empregados) sediadas no Estado de São Paulo e empresas de Israel, credenciadas pelo Escritório do Cientista Chefe do Ministério da Economia, organização que dá suporte à política de P&D no país.
Conduzido por Sérgio Queiroz, membro da coordenação adjunta de Pesquisa para Inovação da FAPESP, e por Boaz Albaranes, cônsul para Assuntos Econômicos do Consulado Geral do Estado de Israel em São Paulo, o encontro destacou aspectos técnicos e esclareceu dúvidas sobre a chamada, elaborada com base nas regras da Fundação para o Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE). A FAPESP e o Matimop mantêm um acordo de cooperação desde novembro de 2012
“As parcerias ajudam a estimular empresas paulistas a olhar para o mercado internacional desde o início de suas atividades”, disse Queiroz. “Espera-se que os projetos apresentem um objetivo de pesquisa que aumente o conhecimento e seu uso em novas aplicações.”
Pela chamada, serão selecionados até dez projetos de pesquisa voltados à criação de produtos e processos que possam ser comercializados no mercado global ou no Brasil. As propostas selecionadas poderão receber até R$ 1 milhão de cada instituição ao longo de dois anos.
“A visão do governo israelense é de que os desafios tecnológicos mundiais de hoje são comuns a muitos países. Por isso, a agenda do Matimop inclui acordos internacionais para a cooperação em P&D. São Paulo tem o potencial necessário nessa área e, quando decidimos buscar uma parceria no Estado, a FAPESP foi a única organização na qual identificamos capacidade para estabelecer essa cooperação”, disse Albaranes.
Elaboração de propostas
Pequenas empresas de São Paulo poderão utilizar a base de dados do Matimop (www.matimop.org.il/database.aspx) para selecionar empresas interessadas em parcerias internacionais, pelo setor de atividades. A FAPESP e o escritório do centro israelense em São Paulo também oferecem apoio à aproximação de empresários e à elaboração dos projetos.
Os projetos submetidos no âmbito da chamada serão analisados de acordo com a metodologia de revisão pelos pares, que utiliza pareceres de especialistas não vinculados à Fundação como base para decisões.
Os proponentes devem comprovar sua dedicação ao projeto e a titulação acadêmica não é obrigatória. Um requisito específico das propostas é que já haja um acordo sobre propriedade intelectual entre as empresas parceiras, que estabeleça com clareza a repartição dos resultados. A relação dos projetos selecionados será divulgada em maio e o início dos projetos aprovados está previsto para junho de 2015.
A chamada de propostas está disponível em: www.fapesp.br/en/9051


FONTE: FAPESP