quinta-feira, março 5

Parceria entre Inmetro e empresa alemã pretende desenvolver novas tecnologias



O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a empresa química alemã BASF firmaram uma cooperação técnico-científica com o objetivo de estimular a inovação e a criação de tecnologias em solo nacional. A expectativa é de que a parceria fortaleça a atuação da comunidade científica brasileira, com a oportunidade de gerar soluções que se tornarão referência no mercado, para ampliar o desenvolvimento e a implementação de produtos inovadores no País.

As duas entidades promoverão intercâmbio de informações, treinamentos, formação de equipes e desenvolvimento de novos projetos tecnológicos, com ênfase em produtos, processos e metrologia. Pelo caráter amplo, o acordo oferece possibilidades de atuação nos segmentos de química, materiais, saúde, biociências, biotecnologia, óptica, térmica e outros campos de aplicação da metrologia.

A incubação de projetos deve ocorrer de diferentes formas. Uma delas é a união entre a utilização dos laboratórios do Inmetro e as tecnologias criadas pela BASF para o desenvolvimento de novas aplicações. Para a BASF, isso resultará na oferta de novos produtos, além de tecnologias inovadoras e mais sustentáveis para o consumidor brasileiro.

“Identificamos uma convergência e complementaridade tecnológica entre BASF e Inmetro que tornaria viável um acordo para pesquisa e desenvolvimento em conjunto. Áreas de negócio específicas da BASF também indicaram a possibilidade de fomentar projetos, já visando resultados concretos na criação de métodos, tecnologias e produtos”, afirmou Luiz Henrique Lopes, gerente regional de relações governamentais corporativas da BASF América do Sul.


(Agência Gestão CT&I, com informações do Inmetro)