quarta-feira, março 18

CARREIRA: Pedir demissão não deve ser um tabu

Sair de uma empresa em busca de outras oportunidades não é sinal de fraqueza, afirma especialista




iStock
"Se o seu dia a dia já não lhe acrescenta mais nada, é hora de sair da zona de conforto"
O antigo conceito de fazer uma carreira bem-sucedida em apenas uma empresa está ultrapassado. Os jovens atualmente estão à procura de oportunidades de aprendizado constantes, sendo frequente a troca de empregos no início da carreira.
De acordo com uma pesquisa da consultoria norte-americana Future Workplace, 91% dos jovens não pretendem passar mais de três anos em uma mesma companhia. “O jovem quer aprender e tem energia para isso. Enquanto os objetivos dele e da empresa estiverem em sintonia, a parceria funciona, mas se os focos estão diferentes só há dois caminhos a seguir; conversar com o superior e explicar a necessidade de mais conhecimento ou pedir demissão", explica Stanlei Bellan, CEO da startup MoneyGuru.
Para Bellan, pedir demissão não deve ser encarado como um sinal de fraqueza quando isso representa a busca por um maior aprendizado. Focar na carreira, e não no empregador ou atual posição, é fundamental para não se afastar dos objetivos. “Ao começar a trabalhar é importante ter em mente que as empresas não estão preocupadas com você ou com seus desejos profissionais, elas querem fazer dinheiro”, Bellan alerta.
É necessário também saber reconhecer a hora de pedir demissão. "Se o seu dia a dia já não lhe acrescenta mais nada e você se sente estagnado, é hora de sair da zona de conforto e continuar a crescer", afirma Stenlei Bellan. 


FONTE: administradores