terça-feira, março 3

As maiores tendências para a comunicação em 2015


A J.Walter Thompson, por meio da JWT Intelligence (unidade de pesquisa e inteligência), divulgou o seu relatório "O Futuro 100", que aponta 100 tendências que merecem atenção de todos aqueles que precisam se antecipar às transformações da sociedade.

O estudo "O Futuro 100" aponta mudanças e inovações nos os universos da Cultura, Beleza, Alimentos e Bebidas, Inovação, Estilo de Vida, Luxo, Varejo, Sustentabilidade e Tecnologia, e, de acordo com Fernand Alphen, Chief of Strategy da J. Walter Thompson Brasil, é "uma boa maneira de dirigir as antenas na central de escuta nervosa que é nossa atividade econômica".

Lucie Greene, diretora Mundial do JWTIntelligence, acredita que o mundo digital, de ritmo acelerado, o acesso instantâneo à informação, a globalização e as mídias sociais aceleraram exponencialmente o ritmo das tendências. "Enquanto isso, a velocidade da inovação exige que as marcas tenham visão tanto a curto como em longo prazo, e que planejem suas estratégias não apenas para o ano que vem, mas para os próximos 20 anos", afirma.

Entre as tendências apontadas, Fernand destaca:

- A Coréia do Sul como eixo de influência no mundo da beleza, fenômeno observado na explosão mundial do BB Cream (usado no país desde 1985) e já absorvida por varejistas como a Urban Outfitters, maior estoquista americana de produtos de beleza sul-coreanos em 2014.

- O feminismo reinventado na era digital, ganhando espaço na pauta da sociedade e do jornalismo por manifestações como o vídeo de Sarah Silverman comentando a diferença salarial nos EUA e o discurso de Emma Watson em conferência da ONU.
- A febre dos alimentos fermentados, com chefs criando as mais variadas conservas (dos morangos às cenouras e aos rabanetes) e desenvolvendo os próprios fermentos e vinagres.

- As Mipsters (Muslim + Hipsters), mulheres muçulmanas conectadas, empreendedoras e conectadas ao universo da moda– o New York Times, por exemplo, as convidou a postarem seus looks com vestes muçulmanas (hijab) no Instagram.

- A força das bicicletas no cenário urbano, da China a Los Angeles a São Paulo, com programas crescentes de aluguel de bikes, construção de ciclovias, oferta de produtos cada vez mais especializados e até fabricantes de carros entrando na jogada – a Lexus, por exemplo, lançou uma bike de luxo na faixa dos 10 mil dólares.

- O fim do cookie, prenunciado por Erik Johnson, diretor do Atlas, novo programa de analytics do Facebook. Com grande parte da transações online começando em um dispositivo e terminando em outro, o cookie torna-se pouco preciso e confiável para entender o sucesso de um anúncio, por exemplo.

A pesquisa completa pode ser acompanhada clicando no link.



FONTE: Adnews