quinta-feira, abril 16

Check-in: o que você quer mostrar e o que prefere esconder

A lógica tem tudo a ver como queremos nos mostrar para o mundo





• Em aeroporto no Brasil: Demais! Sou um cara viajado e bem sucedido.

• Em aeroporto na gringa: Demais! Melhor ainda! Sou internacional! Tenho Fidelidade TAM vermelho. Sou rico!
• Em sala VIP de aeroporto: Uau! simplesmente sensacional! E ainda faz um selfie para o Instagram, né? Senão, não faz o menor sentido estar ali.
• Em sala VIP de aeroporto no exterior: Sou um semideus!
• Na rodoviária: Nem ferrando!
• Na sala VIP que a Viação Cometa disponibiliza para os passageiros no segundo subsolo do Terminal Rodoviário do Tietê: Olha, eu acho melhor não!
• No shopping JK Iguatemi: Claro!
• No shopping Interlagos: Não.
• No Ráscal: Demais! Eu almoço em lugares top! E aprecio gastronomia mediterrânea.
• No Habib’s: Nem ferrando!
• Na fila do Drive-Thru do Habib´s dentro do meu Celta (que está com a parcela em atraso): Não, não, não!
• No Giraffa’s; Nem ferrando! Você tá louco?
• No Parque do Ibirapuera: Óbvio! Joga a meu favor. Sou malhado. Estou em forma!
• No Parque do Carmo: melhor não!
• No Pão de Açúcar: Legal. Acho produtos orgânicos e sem glúten para minha casa. Sou cool. 
• No Dia Supermercados: Nem ferrando!
• Na Livraria Cultura: Uau! Demais! Sou descoladão e devoro livros!
• No Santo Grão dentro da Livraria Cultura: Humilhou sua timeline inteira!
• Nas Lojas Americanas comprando uma Caixa de Bis Branco depois do almoço: Nem ferrando!
• No Hospital Israelita Albert Einstein: Top! Meu plano de saúde cobre o Einstein! E o seu, acho que não, né? Então, toma essa!
• No Hospital Santa Piraporinha, do SUS: Não há nenhuma necessidade, melhor não!
• Na biblioteca: Bem legal. Sou culto!
• Na fila do cartório autenticando documentos: Melhor não!
• Na Hamburgeria Nacional: Opa! Cool. Estou gourmetizando meu check-in!
• No Subway, onde eu como todo santo dia aquele sanduba de frango “barato do dia”: melhor não!
• No Spoleto: hummmm, também não!
• Na praia de Maresias: Top demais!
• Na praia do Leblon, Posto 12: Demais! Dar um check-in no Leblon de Manoel Carlos é demais! E vou esperar um pouco para postar o por do sol no meu Insta. Óbvio! Vai explodir de likes! Aêêê!
• Na praia de São Vicente: better not!
• Criar uma venue na minha própria casa e ficar dando check-in todo dia para ganhar badges: Isso é um problema. Procure um médico!
Brincadeiras à parte e sem a menor intenção de denegrir a imagem dos estabelecimentos aqui, cito: minha intenção é satirizar um pouco as lógicas do check-in que vemos todos os dias em nossas timelines. Cada um de nós tem uma estratégia de uso e apropriação desses espaços online. O pesquisador Eduardo Pellanda, da PUC-RS, disse que o Foursquare (e agora Swarm) é um jogo onde a cidade é o tabuleiro. Cada um de nós é jogador e tem uma estratégia de utilização desses aplicativos online. Temos os nossos critérios, criamos as nossas regras de uso, desenvolvemos nossos rituais de utilização, temos as nossas disputas simbólicas ali dentro.

Mas o fato é que procuramos sempre construir uma imagem sempre muito seletiva e muito favorável de nós mesmos. Afinal, consciente ou insconscientemente, em tudo que fazemos nas nossas vidas, o que falamos, o que vestimos, onde vamos, o que escrevemos no Facebook, o ato de dar um check-in aqui, ali ou acolá, sempre projetamos o olhar do outro. Erving Goffman já nos disse isso, décadas atrás, em seu belo livro “A representação do eu na vida cotidiana”.



FONTE: administradores